TransAlp com crianças

UMA TRAVESSIA DOS ALPES DE BICICLETA

Um grupo de nove pessoas, sendo quatro ciclistas e duas crianças. Pela frente, 500 km percorrendo quatro países: Alemanha, Áustria, Suíça e Itália. Fazer a TransAlp, como é conhecida a travessia dos Alpes, foi a realização de um sonho.

No dia 14 de junho de 2015, partimos para esta jornada de cinco dias de bicicleta: saímos da Bavária, ao sul de Munique, com destino ao Lago de Garda, região norte da Itália.

Nosso trajeto acompanhou parte da Via Claudia Augusta, um dos antigos caminhos do Império Romano, valorizando trechos off-road e adicionando algumas belas montanhas no caminho. Fomos em dois casais – minha irmã vive na Alemanha e nos acompanhou com seu marido – e rebocamos nossos dois filhos, gêmeos de quatro anos, em alguns trechos.

A TransAlp foi um desafio enorme para nós: pedalamos 500 km e vencemos mais de 10.400 metros de altitude acumulada no percurso. Pelo caminho, cordilheiras e vales, estradas e ciclovias, asfalto e trilhas, vilarejos e plantações, calor do verão e frio da montanha, dias lindos e chuva forte. Dentro de nós, desafio e superação, sofrimento e alegria, dor e prazer, momentos de desespero e momentos de puro êxtase. Uma vivência tão rica que levamos muito tempo para processar e da qual vamos nos lembrar para sempre.

Preparativos

Foram seis meses de planejamento e preparação. A logística incluiu aluguel de bicicletas e de um carro de apoio, conduzido por meus pais e minha sobrinha, que transportavam boa parte da bagagem de uma cidade a outra, além dos meninos e do bike trailer nos trechos que eles não percorreram conosco. Embora eles não nos acompanhassem durante o percurso, este arranjo permitiu que nos encontrássemos para almoçar e à noite, na chegada em cada cidade.

Para encarar as exigências físicas, comecei a me preparar alguns meses antes: os passeios semanais rebocando os meninos no bike trailer ganharam várias subidas, e, para garantir, aderi a um forte grupo para alguns pedais noturnos. Uma escalada do Pico do Jaraguá (o ponto mais alto da cidade de São Paulo) ajudou a entender previamente o ritmo de subidas longas. No total, foram 1.000 km de pedal “reforçado” no período que antecedeu a viagem.

 


A nossa expedição TransAlp 2015 contou com o apoio de:

›  THULE (bagagem e equipamentos Pack ‘n Pedal)

›  COMUNIDADE DE FISCHBACHAU (veículo de apoio)

›  OTTERFINGER RADLKELLER (locação de bicicletas)

 


 

Este conteúdo foi publicado originalmente na Revista Bicicleta (edição outubro/2015)

ACOMPANHE OS DETALHES DA EXPEDIÇÃO, DIA A DIA

TransAlp, dia 1: o trecho alemão – começando muito bem

| TransAlp com crianças | One Comment
Fischbachau – Leutasch 117km, 2.014m de altitude acumulada 10h35min de tempo total de percurso Um grande começo no meio de muita natureza, atravessando colinas e florestas de uma belíssima região...

TransAlp, dia 2: dia chuvoso na Áustria – e quase desistimos no caminho

| TransAlp com crianças | One Comment
Leutasch – Prutz 97km, 2.350m de altitude acumulada 11h05min de tempo total de percurso O dia chuvoso começou com uma escalada de categoria 4 seguida de uma longa descida: mais...

TransAlp, dia 3: nas montanhas da Suíça – três países em um dia

| TransAlp com crianças | No Comments
Prutz – Silandro 99km, 2.422m de altitude acumulada 10h50min de tempo total de percurso Reenergizados, partimos rebocando os meninos no bike trailer em direção à pequena cidade de Pfunds, onde...

TransAlp, dia 4: só alegria na Itália – os trechos mais bonitos da viagem

| TransAlp com crianças | No Comments
Silandro – Caldaro 87km, 868m de altitude acumulada 9h35min de tempo total de percurso O que seria o nosso dia mais leve da TransAlp começou com um sol forte e...

TransAlp, dia 5: nas Dolomitas de Brenta – e mais momentos inesquecíveis

| TransAlp com crianças | No Comments
Caldaro – Riva del Garda 103km, 2.753m de altitude acumulada 10h20min de tempo total de percurso Recompensa por dormir em um local alto, iniciamos o último dia com uma longa...

TransAlp de bike: os equipamentos utilizados

| equipamentos, TransAlp com crianças | No Comments
Um dos diferenciais da viagem foi o nosso roteiro incluir diversos trechos off-road: caminhos ao longo de rios, plantações, singletracks e também algumas trilhas "casca-grossa". Precisávamos de bicicletas versáteis, com...